fbpx
Tuesday, July 14, 2020
-Smart Writers & Smart Content & Smart Readers-


Fuja das armadilhas: 8 situações que causam dor de cabeça

Café, bebidas alcoólicas, mudanças de temperatura e noites mal dormidas podem provocar cefaleia. As dores de cabeça são uma das…

By Redação , in Saúde & Bem-estar The São Paulo Times , at 25/03/2014 Tags:

Café, bebidas alcoólicas, mudanças de temperatura e noites mal dormidas podem provocar cefaleia.

As dores de cabeça são uma das queixas médicas mais comuns. A dor atinge 75% da população mundial, entre 18 e 65 anos, de acordo com os dados da OMS (Organização Mundial de Saúde). Mesmo sendo muito comum, ela não deve ser ignorada.
Segundo o Dr. Leandro Teles, dependendo da região que a dor na cabeça atinge pode ser um indício de uma doença. “A dor latejante na cabeça pode partir da pele, músculos, veias, dentes e terminações nervosas. Em alguns casos, é necessário que seja feito um diagnóstico, principalmente se ela vier acompanhada de outros sintomas”, explica.
O neurologista ainda alerta que as dores de cabeça que tem como sintoma visão dupla, dores no pescoço e nos olhos pode ser um sinal de um aneurisma cerebral. “Ao contrário que muitos pensam a dor de cabeça pode ser, sim, um início de aneurisma. Entretanto, a dor de cabeça causada por um aneurisma costuma ser diferente das dores habituais”, diz.
Os tratamentos mais comuns para aliviar esse incômodo são o uso de analgésicos. Se a dor persistir, o ideal é procurar ajuda de um médico. “Se as dores estão associadas à febre, perda de visão, náuseas e pescoço rígido, o indivíduo deve passar por uma avaliação médica”, ressalta o Dr.Leandro Teles.

Previna-se
Algumas situações podem colocar o seu cérebro em risco e ocasionar uma tremenda dor de cabeça. Para evitá-la, o neurologista listou 10 hábitos que comprometem a dor:

1-Não beber água
Não é nenhuma novidade que o corpo necessita da água para se hidratar. Na falta da água o organismo pode sofrer consequências drásticas. “O organismo desidratado também pode desencadear crises de cefaleia. A recomendação é consumir dois litros de água por dia”, esclarece o médico.

2-Cafeína
Ao mesmo tempo em que o café é capaz de aliviar uma crise de enxaqueca a sua abstinência súbita pode causar crises de dor de cabeça. “O ideal é consumir três xícaras de café por dia para evitar que a dor de cabeça apareça”, aconselha o neurologista.

3- Tensão Pré-Menstrual (TPM)
A queda dos níveis de estrógeno no sangue da mulher é o responsável pelas dores de cabeça durante os dias que antecede a menstruação. “A mulher pode apresentar oscilações do humor, cólicas menstruais, dor de cabeça e dores nas mamas”, ressalta Teles. Para amenizar a dor de cabeça nesses dias, a mulher pode trocar de pílula anticoncepcional na tentativa de amenizar os desconfortos.

4-Fome
Permanecer muito tempo sem comer causa uma dor de cabeça tensional, além de aumentar as chances de uma crise de enxaqueca. “Quando o indivíduo não come suficiente ocorre uma queda nos níveis de açúcar no sangue, o que favorece para o surgimento de uma cefaleia”, o ideal é se alimentar a cada três horas e optar por refeições que  sejam compostas de carboidratos e proteínas.

5- Mandíbula ou dentes
Uma disfunção na articulação temporomandibular pode causar dores de cabeça, uma vez que ela tem a finalidade de conectar a mandíbula ao crânio. “A dor de cabeça merece ser investigada quando ela vem acompanhada de dores na face e nos maxilares, dificuldade de mastigar e estalos ao abrir e fechar a boca”, sugere o neurologista.

6- Mudanças de temperaturas
Calor demais ou frio em excesso pode gerar uma crise de dor de cabeça. Para evitar que ela ocorra nos dias de calor, é importante molhar a cabeça com frequência para amenizar a exposição direta prolongada.

7- Bebidas Alcoólicas
Entre as bebidas que mais causam uma crise de dor de cabeça é o vinho. O álcool provoca uma dilatação nos vasos cerebrais e depois de várias doses vem à dor de cabeça. Procure beber moderadamente e sempre intercalando o álcool com um copo de água.

8- Sono
As noites mal dormidas também são responsáveis pelas dores de cabeça. É importante dormir pelo menos até oito horas por noite.

Dr. Leandro Teles é neurologista formado e especializado pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP) e membro efetivo da Academia Brasileira de Neurologia (ABN)

Comments


Deixe uma resposta


O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *