fbpx
Saturday, August 8, 2020
-Smart Writers & Smart Content & Smart Readers-


Gastos e vagas na garagem lideram dúvidas dos novos moradores de condomínios

A divisão das despesas e o sistema de utilização das vagas de garagens são as dúvidas mais recorrentes dos novos…

By Redação , in Brasil São Paulo The São Paulo Times , at 15/04/2015

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

A divisão das despesas e o sistema de utilização das vagas de garagens são as dúvidas mais recorrentes dos novos moradores de condomínios na cidade de São Paulo. É o que aponta levantamento da Lello, líder em administração de condomínios no Estado, com base nas informações das assembleias de instalação realizadas pela empresa nos novos empreendimentos entregues na capital.

Segundo a administradora, os questionamentos estão mais intensos, já que a cada ano mais paulistanos se mudam de casas para apartamentos, o que torna a vida em condomínio algo totalmente novo e diferente. Estudo da Lello aponta que desde 2009 cerca de 210 mil pessoas passaram morar, pela primeira vez, em condomínios residenciais em São Paulo.

“É um momento especial, muitas vezes é a realização de um sonho: a  primeira assembleia de um bem que conquistaram”, observa Angélica Arbex, gerente de Relacionamento com o Cliente da Lello Condomínios. “Alguns termos são totalmente novos para os novos moradores, como cota, fração ideal, despesas ordinárias e despesas extraordinárias, por exemplo”.

A Lello mantém uma equipe exclusiva e capacitada para promover assembleias de instalação em condomínios novos. Ao todo são 10 profissionais, que, durante os encontros com os novos moradores, dedicam tempo especial para tratar sobre esses e outros assuntos, explicando que, além da unidade privativa (apartamento), o terreno, a edificação e os equipamentos do condomínio são de propriedade comum. Por esta razão, os condôminos serão responsáveis pelas despesas, que serão rateadas pelos condôminos pela fração ideal (quota parte ideal do terreno que cabe a cada unidade do empreendimento).

Também é explicada a diferença entre despesas ordinárias, que são aquelas referentes à manutenção do condomínio, e extraordinárias, que se referem a reformas e obras de acréscimo ou melhoria das instalações, como, por exemplo, a instalação de equipamentos de segurança.

Na sequência, são feitos esclarecimentos sobre a  estrutura do condomínio, como são as deliberações em assembleia, as atribuições dos cargos de síndico, subsíndico e conselho, e sobre o papel da administradora a quem o síndico delega as atribuições das funções administrativas.

Por fim, os novos moradores recebem informações sobre as normas provisórias, regras de convívio, horários de mudança e normas de utilização dos espaços, até que seja feita a aprovação do regulamento interno do condomínio. Também são informados a quem deverão dirigir as dúvidas relativas a vícios construtivos conforme informações do manual do proprietário e protocolo de assistência técnica do incorporador.

Comments


Deixe uma resposta


O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *