fbpx
Friday, September 25, 2020
-Smart Writers & Smart Content & Smart Readers-


Intestino preso afeta 15% da população brasileira

Doença é mais comum entre as mulheres: a cada 4 pessoas que sofrem de constipação intestinal, 3 são do sexo…

By Redação , in Brasil Saúde & Bem-estar , at 03/11/2014

Doença é mais comum entre as mulheres: a cada 4 pessoas que sofrem de constipação intestinal, 3 são do sexo feminino.

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

A constipação intestinal, mais conhecida como intestino preso, causa incômodos a 15% da população brasileira. As mulheres são mais afetadas por esse problema: 75% das pessoas que sofrem do intestino preso são do sexo feminino. Além do desconforto abdominal e da sensação de inchaço constante, a doença pode provocar dores e o quadro pode ser agravado se o paciente não procurar ajuda médica.

“Várias são as causas do intestino preso, mas podemos dividi-las em dois grandes grupos: as causas orgânicas e as causas idiopáticas”, explica Dr. Décio Chinzon, gastroenterologista do laboratório Lavoisier Medicina Diagnóstica. As causas orgânicas são facilmente identificadas: hipotireoidismo, o uso de medicamentos que causam constipação, uma dieta pobre em fibras, entre outros fatores. As chamadas causas idiopáticas são alterações do funcionamento do intestino que podem estar relacionadas à inervação, musculatura ou hormônios.

Se o motivo da constipação intestinal for orgânico, o fator casual pode ser eliminado e o intestino volta a funcionar normalmente. Quando não é possível identificar uma causa objetiva, existem medidas higienodietéticas que podem ajudar. “Estimulação por exercícios físicos, aumento da ingestão de água, correção da dieta e alguns medicamentos e suplementos podem ser indicados pelo médico para solucionar o problema”, explica Dr. Chinzon.

Os alimentos ricos em fibra, como frutas e verduras, também contribuem para melhor funcionamento do intestino. De acordo com o especialista, a ingestão de 30 gramas de fibras por dia é o recomendado para evitar a constipação. “O problema está muito mais relacionado ao que se deve comer do que ao que se deve evitar comer. Alimentos ricos em fibras são a base do tratamento”, explica o médico. Iogurtes também podem amenizar o problema, já que são fontes de probióticos, que auxiliam no equilíbrio da flora intestinal.

A principal recomendação do Dr. Décio Chinzon é procurar um especialista no caso de desconfortos frequentes. “Os pacientes constipados devem sempre procurar orientação médica para investigar o problema, que pode estar relacionado, inclusive, ao câncer do intestino, condição que vem crescendo entre a nossa população”, alerta o especialista.

Comments


Deixe uma resposta


O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *