fbpx
Monday, September 28, 2020
-Smart Writers & Smart Content & Smart Readers-


Mercado de luxo deve crescer 2% em 2014

Especialista acredita em um crescimento mais estável e saudável no setor Atualmente, o mercado de luxo passa por uma desaceleração, mas…

By Redação , in Brasil São Paulo The São Paulo Times , at 26/05/2014 Tags:

Especialista acredita em um crescimento mais estável e saudável no setor

Atualmente, o mercado de luxo passa por uma desaceleração, mas pode viver bons momentos nos próximos anos. Segundojoia uma previsão divulgada nesta segunda-feira (dia 19) pela consultoria Bain & Company e a associação italiana de indústria de luxo Altagamma, as vendas do segmento devem crescer 2% em todo o mundo em 2014, o que retrata o mesmo desempenho do setor no ano anterior.

O mercado de bens de luxo deve crescer lentamente. De acordo com Claudia D’Arpizio, sócia da Bain & Company e autora do estudo, o setor está entrando em um novo momento. “As previsões estão longe de ser o crescimento de dois dígitos, o que caracterizou o mercado entre 2009 e 2012. O setor está entrando em uma nova fase, que eu definiria como ‘novo normal’”, afirma Claudia.

O estudo revelou que os Estados Unidos é o principal motor de crescimento do mercado de luxo, devido principalmente às compras de turistas estrangeiros. Outro país é o Japão, que está pronto para um crescimento sólido, mas ainda é punido pela taxa de câmbio desfavorável.

Para Fabian Henken Nunes, dono da marca Delafée no Brasil, empresa suíça do segmento de luxo que vende produtos cobertos com folhas de ouro 24k, a empresa está esperançosa com uma retomada em 2014. “Apesar do Brasil representar 1,4% do faturamento global do setor, há uma expectativa de crescimento neste ano, o que já pudemos sentir no primeiro trimestre com o aumento de 7% no ticket médio”, diz Nunes.

Para Claudia D’Arpizio, há uma tendência de crescimento mais estável e saudável do mercado de luxo, a qual se deve aos fenômenos explosivos, como a fraqueza na China e uma melhor reação à crise nos mercados maduros.

banner_revista


Comments


Deixe uma resposta


O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *