Miojo será preparado no espaço

em Tecnologia e Ciência/The São Paulo Times por
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Pela primeira vez na história, um alimento será cozido pela atmosfera. A empreitada – batizada de Missão Miojo – começa hoje, Dia do Miojo, com o anúncio dos parceiros do projeto.

A Missão contará com a expertise da Interorbital, fabricante norte-americana de foguetes, satélites e naves espaciais, que será responsável pela condução das pesquisas em terra e dos testes no ar. Outro parceiro do projeto será o chef Emmanuel Bassoleil, que deve somar às suas habilidades culinárias uma pitada de ciência. Tudo para que a sua receita exclusiva seja, além de deliciosa, cientificamente compatível com a missão espacial.

Na prática, um foguete não tripulado levará uma cápsula, especialmente construída para carregar os ingredientes da receita elaborada por Bassoleil, acima dos 100 KM de altitude e ejetará o recipiente no espaço. A ideia é que a refeição entre em ponto de ebulição quando a cápsula cruzar a mesosfera no caminho de volta para casa. A mesosfera é a camada atmosférica responsável, entre outras coisas, pela combustão de meteoros – e agora também pela preparação do Miojo espacial. A finalização da cápsula e os testes com o foguete serão realizados nos próximos meses e o foguete será lançado em janeiro de 2015, dando início à comemoração dos 50 anos de Nissin Miojo Lámen no Brasil.

Toda a missão, os testes, as pesquisas e receitas serão documentadas e divulgadas pela patrocinadora do projeto, a Nissin-Ajinomoto. Quem quiser acompanhar a missão do macarrão mais democrático e, provavelmente, mais intergaláctico do mundo, deve acessar www.nissin.com.br/missaomiojo.

A Missão Miojo é um projeto criado pela F/Nazca Saatchi & Saatchi para o Dia do Miojo, que já colocou o prato no menu de grandes restaurantes (2011), publicou o livro Meu Miojo – Receitas e Histórias (2012), e formou mestres miojeiros em 3 minutos na Escola de Culinária Mais Rápida do Mundo (2013).

loading...
Tags:

Comentários no Facebook