fbpx
Saturday, September 26, 2020
-Smart Writers & Smart Content & Smart Readers-


Mulher síria dá à luz quíntuplos, semanas após fugir a pé do Iraque

“Ela deu à luz no sétimo mês de gravidez, mas graças a Deus a mãe e os bebês estão todos…

By Redação , in Mundo The São Paulo Times , at 27/08/2014

Foto: ACNUR
Foto: ACNUR

“Ela deu à luz no sétimo mês de gravidez, mas graças a Deus a mãe e os bebês estão todos em bom estado de saúde”, disse um médico do hospital à Agência da ONU para Refugiados (ACNUR), que está prestando assistência aos refugiados e deslocados na região.

Uma mulher síria de 27 anos de idade, deu à luz quíntuplos em norte do país semanas após fugir a pé de sua casa no vizinho Iraque.

Tamam, que é da minoria iazidi, deu à luz por cesariana no dia 14 de agosto em um hospital na cidade de Qamishli. “Ela deu à luz no sétimo mês de gravidez, mas graças a Deus a mãe e os bebês estão todos em bom estado de saúde”, disse um médico do hospital à Agência da ONU para Refugiados (ACNUR). Os cinco bebês serão registrados em breve.

A mulher, de nacionalidade síria, está entre as dezenas de milhares de pessoas que fugiram da violência no norte do Iraque desde junho, incluindo muitas que procuraram abrigo na Síria. Eles incluem dezenas de milhares de iazidis da área de Sinjar, no Iraque.

Tamam se mudou para a cidade de Mossul, no ano passado, depois de se casar com um homem iraquiano. Eles fugiram depois que militantes armados capturaram a cidade, a segunda maior do Iraque, em junho passado. “Tivemos que caminhar por dois dias antes de chegarmos à fronteira [síria]”, disse Tamam, acrescentando que ela e seu marido estavam com outras sete famílias iazidi e só tinham uma garrafa de água para compartilhar.

Ela está atualmente hospedada na casa de seus pais perto de Qamishli e se preocupa sobre como vai cuidar de seus bebês recém-nascidos e satisfazer as suas necessidades. “Nós não vamos ser capazes de fornecer fraldas e leite para cinco filhos por causa da nossa má situação financeira”, revelou. O marido de Tamam está desempregado e nenhum dos seus irmãos trabalham. O ACNUR tem fornecido fraldas, absorventes higiênicos e apoio financeiro.

O ACNUR está coordenando a resposta da ONU na Síria para a crise dos refugiados iazidi. Desde o dia 8 de agosto, o ACNUR e outras agências humanitárias das Nações Unidas e estão entregando suprimentos para salvar as vidas de todas as pessoas que consegue alcançar.

Fonte: onu.org.br

Comments


Deixe uma resposta


O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *