Théo encerra turnê “Dias de Paz + Arte” na Sala Olido e prepara disco novo

São Paulo, SP. 11/05/2016 – Show terá a participação de artistas que se destacam na cena independente paulistana

A última apresentação da primeira fase da trajetória artística de Théo, que já trabalha na produção de seu novo disco com previsão de lançamento para o fim do ano, acontece neste sábado, dia 14.05, às 18h na Sala Olido.

Concebido a partir do clipe oficial da canção “DIAS DE PAZ” (2014), o show propõe a interação entre várias linguagens artísticas e incentiva a reflexão acerca dos valores e essência humana, promovendo a Cultura de Paz. Obras de arte inspiradas no trabalho do cantor e compositor são expostas para apreciação do público.

O show terá a participação de artistas que também se destacam na cena independente paulistana: Edu Sereno, Anabel Bian e Arnôh.

Gênero: mpb l Classificação: livre l Tempo: 60min (aprox.) l Site: www.theo.mus.br | Instagram: @theo_mus

Realização: Circuito São Paulo de Cultura, uma realização da Prefeitura de São Paulo através da Secretaria Municipal de Cultura.

Serviço:
14.05 l 18h l Sala Olido l Centro (grátis)
Av. São João, 473 – Centro.
Ponto de Referência: Largo do Paissandu.
Estações de metrô: São Bento (Linha azul); República e Anhangabaú (Linha vermelha).

Sobre o artista
Théo compartilha da vontade de uma sociedade mais humana, consciente dos seus valores e essência. Sua contribuição para este fim é musical. Conectado com a música desde a barriga de sua mãe, Théo ainda assim teve a consciência de, pacientemente, amadurecer para se lançar músico, mas principalmente compositor.

Sem se fechar ao mundo ouviu de tudo, atravessando diariamente o longo caminho entre o heavy metal e a mpb. E antes que pudesse entender a força da música como ferramenta poderosa de transformação, acumulou experiências sonoras. Aos 12 anos o aprendizado amador do violão passou a ter a concorrência do estudo da bateria. Os primeiros batuques acompanhavam o aparelho de som que tocava no último volume pessadas bandas de rock. Foi quando vieram as primeiras bandas. Sensível, se viu diante da necessidade de descobrir novos sons para se expressar. Passou a ouvir com atenção necessária as letras e melodias nas canções de Milton Nascimento, Djavan, Toquinho e Elis Regina. Naturalmente tomou posse do violão. Nada de tocar música dos outros, o negócio de Théo era cantar coisas só dele. Deu-se conta que poderia contribuir mais com a sociedade tocando suas próprias canções.

Contato com a imprensa:
Priscila Cunha
priscila.cunha@gmail.com
(11) 97697-6746

Website: http://theo.mus.br/