fbpx
Friday, June 5, 2020
-Smart Writers & Smart Content & Smart Readers-


Número de civis mortos na Ucrânia continua a subir

A crise humanitária no leste da Ucrânia está aumentando. O secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, expressou nesta quarta-feira (4) grande preocupação…

By Redação , in Mundo ONU The São Paulo Times , at 10/02/2015

Foto: ACNUR
Foto: ACNUR

A crise humanitária no leste da Ucrânia está aumentando.

O secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, expressou nesta quarta-feira (4) grande preocupação sobre a continuação das hostilidades no leste da Ucrânia em meio ao aumento de uma ofensiva rebelde que tem sitiado civis em uma zona de combate intenso.

Em um comunicado emitido por seu porta-voz, o secretário-geral disse que estava “particularmente triste” com o sofrimento dos civis na cidade de Debaltseve, situada ao longo da linha de frente do conflito, onde permaneceram sitiados sem serviços básicos e sob constante perigo de bombardeios indiscriminados.

Os recentes combates no leste da Ucrânia entre o governo e as forças antigovernamentais deixaram 224 civis mortos e 545 feridos nas três semanas que antecederam primeiro de fevereiro. De acordo com o Escritório do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos (ACNUDH), o número total de mortos já ultrapassa 5.358 pessoas, com outras 12.235 pessoas feridas desde meados de abril do ano passado.

“A ofensiva rebelde continua e os civis estão morrendo diariamente”, informou a declaração. “Os signatários dos acordos de Minsk e toda a comunidade internacional precisam assumir suas responsabilidades para garantir que este conflito termine. A ONU está pronta para continuar a apoiar a consolidação de um processo de paz sustentável e duradoura.”

O secretário-geral condenou também “nos termos mais fortes” os bombardeios indiscriminados e exortou ambos os lados “a mover imediatamente suas posições militares longe de áreas civis densamente povoadas”.

Comments


Deixe uma resposta


O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *