fbpx
Friday, July 3, 2020
-Smart Writers & Smart Content & Smart Readers-


O carro e o sexo

O carro e o sexo Seu carro diz muito sobre você. Por exemplo: diz a sabedoria popular que quem tem…

By admin , in Coluna , at 15/09/2014

ze

O carro e o sexo

Seu carro diz muito sobre você. Por exemplo: diz a sabedoria popular que quem tem carro grande tem pinto pequeno. Então podemos deduzir que quem tem carro pequeno tem pinto grande? E também que eu, que nem dirijo, sou praticamente o Kid Bengala do trânsito?

Mas essa teoria faz sentido. Quem já foi ao Salão do Automóvel sabe o que estou dizendo. Você está lá, olhando aquele carrão importado e, ao lado dele, uma modelo tão alta que faz a Gisele Bundchen parecer o Nelson Ned. O que os organizadores do evento estão querendo dizer com isso?

– Amigo: olha o tamanho dessa mulher. Olha o tamanho da sua piroquinha. Você vai precisar desse carro.

Existem mulheres que só transam com homens que têm carro – e, de preferência, carro bacana. Chamamos esse tipo de mulher de Maria Gasolina. Ela mal te conhece e já olha direto para o seu bolso para conferir se tem algum volume. Se o volume tiver formato de pinto, nada feito. Mas se o volume tiver formato de chave, já pode ir comprando a camisinha.

Muita gente acusa a Maria Gasolina de ser interesseira, mas nenhuma mulher é tão pouco materialista quanto ela. Maria Gasolina não se importa se o homem é feio ou bonito. Pelo contrário, ela se liga mesmo é na beleza interior – o painel digital, o ar condicionado e os bancos em couro.

Ninguém aprende a ser Maria Gasolina, você já nasce sendo uma. O filho do meu vizinho, por exemplo, faz o maior sucesso com as menininhas do condomínio porque tem 3 Hot Wheels. E se a teoria do tamanho do carro e do pênis estiver certa, ele já tem emprego garantido quando crescer: ator de filmes da Brasileirinhas.

E se o maior tesão da Maria Gasolina é o carro, o habitat natural dela só pode ser o drive-in. Sinceramente, eu não vejo muito sentido em uma mulher topar transar dentro de um carro: é apertado, incômodo e desconfortável. Deve ser praticamente a mesma sensação de ser encoxada no metrô.

Por outro lado, o carro já foi pensado para servir de motel. Acompanhe comigo: carros têm espelhos como motel, teto solar como motel e cinto de segurança para os chegados num sado-maso. É por essas e outras que eu acho que o inventor do automóvel não se chamava Henry Ford e sim Henry Fod.

É amigos: carro e sexo são assuntos que se penetram um ao outro. A maior prova disso é que você só pode ter uma família feliz se tiver um carro para colar os adesivos.

__________________________________________________________________________________________________________
José Luiz Martins. Humorista, publicitário e roteirista. Sócio da empresa Pé da Letra, de criação e produção de conteúdo. © 2014.

Comments


Deixe uma resposta


O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *