fbpx
Tuesday, April 7, 2020
-Smart Writers & Smart Content & Smart Readers-


OFFSHORE: O MERCADO DE TRABALHO DO FUTURO

Muito se ouve falar de jovens que querem ganhar dinheiro e saem para trabalhar em navios como tripulantes. Esta é…

By Redação , in Brasil Mundo News & Trends São Paulo , at 19/02/2020

Muito se ouve falar de jovens que querem ganhar dinheiro e saem para trabalhar em navios como tripulantes. Esta é uma das profissões do setor Offshore. Porém, o que muitos não sabem é que este é um setor promissor para profissionais de todos os níveis: desde aqueles sem uma formação completa superior até os considerados mais gabaritados. 

Quando se fala em indústria offshore observa-se uma grande diversificação que ultrapassa o já conhecido setor de petróleo e gás e atinge a energia eólica, ampliação de cabeamento para internet dentre outras. O setor, abrange desde empresas que operam plataformas de perfuração, de extração, embarcações de apoio para transporte entre as plataformas e o continente, empresas de reparos submarinos, empresas de inspeção submarina, segurança, construção naval (estaleiros), etc. 

No Brasil, Macaé, no Rio de Janeiro é considerado o polo da indústria de óleo e gás. Houve um declínio nesta área, mas há 2 anos o setor já está se recuperando e, hoje pode-se dizer que o futuro está promissor para esta área. 

Pode ser considerado profissional offshore tanto quem trabalha embarcado em plataforma, navios de apoio, quanto quem trabalha em terra nas divisões de suporte, ou mesmo voando, pois há uma alta dependência de helicópteros nesta indústria. 

Uma questão é certa: ser profissional offshore já exige um nível mais especializado do que os demais. Isto porque existe, no mínimo, a obrigatoriedade de fluência no idioma inglês, além de familiaridade com tecnologia, nem que seja em nível básico. 

Além deste skill básico, os profissionais interessados em se candidatar para o setor offshore devem ter flexibilidade, principalmente quando trabalhar embarcado, porque fica sujeito a variações de clima, geológica, além de precisar lidar com imprevistos relacionados à segurança, ao ambiente marinho dentre outros. 

Outro perfil importante para o profissional offshore é a organização, disciplina, saber lidar bem com regras e aprendizado rápido. Pró atividade e decisão rápida também contam muito nesse setor e muitas vezes, dependendo da função, a decisão pode girar entre perder milhões para salvar uma vida. Outro skill importante é o equilíbrio emocional porque deve lidar em ficar longe da família. 

Porém, os requisitos variam de acordo com as funções porque os profissionais podem ser generalistas, com menor nível de especialização ou extremamente específicos como é o caso de engenheiros, pilotos, soldador, mergulhador, geólogos, mecânicos, médicos etc. Outro ponto interessante é que a mesma função pode ter focos diferentes. Mas uma coisa é certa: em linhas gerais, o profissional brasileiro tem um dos requisitos mais importante que é a flexibilidade. 

A tecnologia de ponta está cada vez mais utilizada no setor, e por isso há exigência de profissionais familiarizados com a nova tecnologia como drones e inteligência artificial. Este requisito tem proporcionado o aumento de conhecimento profissional e tecnológico dos profissionais desta indústria. 

Enfim, o setor offshore está em expansão, em geral possui benefícios e salários melhores do que os demais setores, além de oferecer a chance de atualização profissional em nível global. Vale a pena conferir! 

Marcia Sasdelli, da Sasdelli Consultoria, é profissional especializada em Desenvolvimento de Carreira e Liderança, Gestão de Pessoas e de Projetos 

Comments


Deixe uma resposta


O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *