fbpx
Thursday, June 4, 2020
-Smart Writers & Smart Content & Smart Readers-


Para fugir da crise em 2015 é necessário um bom planejamento financeiro

Com a chegada do fim de ano, é fundamental para qualquer empresa uma reavaliação das finanças do último período e,…

By Redação , in Educação e Comportamento Negócios , at 30/10/2014

Com a chegada do fim de ano, é fundamental para qualquer empresa uma reavaliação das finanças do último período e, principalmente, fazer um planejamento para 2015, no qual devem ser projetados ganhos, custos e investimentos, pois, só assim se saberá como estará o fluxo de caixa, estabelecendo estratégias para crescer.

economia

Um alerta especial deve ser feito para o próximo período, pois, vivemos um cenário de incertezas, principalmente na área econômica, e se a retração pelo qual o mercado está passando se mantiver, podemos entrar em uma pesada recessão. Caso isso ocorra, só quem tiver as finanças bem equilibradas é que sobreviverá. 2015, também questões complexas principalmente relacionadas à prática contábil, fiscal e trabalhistas, como por exemplo, a criação do eSocial, dentre outras complexidades.

As empresas terão que estar bastante atentas com pontos como fundamentos econômicos e financeiros, demonstrações contábeis, controladoria, contabilidade de custos, contabilidade gerencial, orçamento empresarial, indicadores de desempenho, dentre outros que serão primordiais na hora de estabelecer os rumos das finanças empresariais.

O grande problema é que poucos são os profissionais preparados para esse complexo mundo, assim uma dica é a realização desde já de capacitação em temas relacionados, como é o caso do de finanças para não financeiros, que possibilitam que se possa a entender melhor esses conceitos.

Mas, não é tudo, para que se aumente a rentabilidade em 2015, outros fatores determinantes são boas administrações dos setores de compra e vendas, redução de custos e investimentos no setor de créditos e cobranças.

Assim, o primeiro passo para crescer em 2015 é olhar para o que ocorreu em 2014, por mais que tenha sido um período atípico, temos que ver os números da empresa, fazendo um complexo diagnóstico, a partir deste buscar identificar erros e acertos para alinhas os processos de gestão financeira.

Com um setor financeiro capacitado o empreendimento tem maior capacidade de geração de receitas e redução dos custos, tendo fôlego para projetar a expansão do negócio e para pagar fornecedores responsáveis pela reposição de estoques, e isso faz com que todas as demais áreas da empresa tenha um maior fôlego para o crescimento. Enfim, é preciso ficar atento e planejar neste fim de ano, já que são muitos os pontos que devem ser levados em conta. Mas, isso feito, com certeza os retornos serão recompensadores.

*Ricardo M. Barbosa – é diretor executivo da Innovia Training & Consulting, além de Engenheiro de Produção formado pela Universidade Paulista – UNIP, pós-graduado em Gestão de Projetos pela Fundação Vanzolini da Universidade de São Paulo – USP, especialista em Project Management pela Fundação Getúlio Vargas – FGV/SP e possui o certificado pelo PMI (Project Management Institute) como PMP (Project Management Professional), Professor de programas de pós-graduação em conceituadas instituições de ensino, Consultor em Gestão de Projetos há 15 anos e já atuou como executivo em grandes empresas como Ernst & Young Consulting; Wurth do Brasil; Unibanco; Daimler Chrysler.

Comments


Deixe uma resposta


O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *