fbpx
Thursday, August 13, 2020
-Smart Writers & Smart Content & Smart Readers-


Plástica no nariz: Brasil se torna líder em procura por cirurgia

irurgião alerta sobre a importância da segurança ao realizar uma cirurgia plástica. Não é de hoje que o Brasil se…

By Redação , in Brasil Saúde & Bem-estar , at 06/08/2014 Tags:

Foto: Creative Commons
Foto: Creative Commons

irurgião alerta sobre a importância da segurança ao realizar uma cirurgia plástica.

Não é de hoje que o Brasil se encontra no topo dos países com maior número de cirurgias plásticas realizadas, mas é a primeira vez que os brasileiros alcançam liderança no ranking mundial nesse setor. Só em 2013, 1,49 milhões de procedimentos foram realizados no país, o que representa cerca de 40 mil a mais dos casos registrados nos Estados Unidos, no mesmo período.

Atualmente lipoesculturas e implantes de silicone nos seios ainda são as mais procuradas, porém, aos poucos os brasileiros estão se arriscando em retoques no rosto, como as cirurgias no nariz, que fazem com que o país se torne pioneiro em procuras por tratamentos estéticos definitivos. O aumento da busca pela Rinoplastia é tão significativo que em 2011 foram registrados 43.809 procedimentos, e em 2013, foram feitas aproximadamente 77mil cirurgias no nariz por brasileiros, o que representa uma elevação de 76%.

Entre as facilidades para realizar uma cirurgia plástica hoje em dia, além de muitos profissionais que se especializam nas mais diversas áreas, estão as condições de pagamento, como parcelamentos e demais negociações. Porém, tanto a especialização quanto essa forma amigável de quitação, não garantem total segurança ao paciente, é preciso escolher bem e saber sobre o currículo do profissional antes de realizar procedimentos, que podem ser complicados e exigem a capacitação correta.

“Muitas vezes o profissional visa atender a expectativa do paciente, mas a estrutura corporal não permite que o procedimento seja feito. Das duas uma: ou o paciente não fica satisfeito, pois a cirurgia que idealizou não teve como ser feita, ou o médico ultrapassou os limites de segurança e coloca em risco a vida do paciente em uma cirurgia radical e desnecessária”, explica o cirurgião Dr. Evando Lucena, especialista da área e reconhecido internacionalmente em Rinoplastia.

Comments


Deixe uma resposta


O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *