fbpx
Saturday, September 26, 2020
-Smart Writers & Smart Content & Smart Readers-


Poesias para sexta-feira

Agora o The São Paulo Times conta com uma coluna dedicada à poesias chamada “Poética Urbana”. Ela será publicada toda sexta-feira. Para…

By admin , in Coluna , at 15/08/2014

poetica

Agora o The São Paulo Times conta com uma coluna dedicada à poesias chamada “Poética Urbana”.
Ela será publicada toda sexta-feira. Para colaborar envie sua poesia para [email protected]

Arrepio
(Danilo Peixoto)

Meu tato pode entregar
a esse cérebro encarnado
as miragens embaçadas
de um porvir em que

o vento sorria
sarcasticamente pelas
ranhuras de minha pele

o frio que se rebele.

—-

Espúrio
(Danilo Peixoto)

Sublime em seu
hipogrifo de cosmo
híbrido

na seiva do verso
roubado

o poeta traça
o universo em
falso
e o translumina

em mentira sonora
e em rima.

—-

Medidas
(Danilo Peixoto)

É muito corpo
quando o pouco

é mútuo.

—-

Cálido
(Danilo Peixoto)

Fiz das minhas mortes
fogueiras de lirismo
em falas

para, entre as chamas,
transformá-las

—-

Implosivo
(Danilo Peixoto)

granada que implode
pro jardim orquidário
dos meus pensamentos
assassinados

transfigura-se
por entre minha
carne etérea
e alma queimada
o arrependimento
aflito

e o silêncio
em grito

—-

Efeito
(Danilo Peixoto)

uma borboleta e seu
bater de mão
mendigando a teoria
na fome
dos que morrerão
do outro lado
do imundo
as asas do mendigo
na palma do tufão

o caos pode ser
o umbigo
da nossa posição

Danilo Peixoto, Técnico Bancário, estudou letras na Universidade Federal da Paraíba. Essa é a sua primeira publicação de poesias.

__________________________________________________________________________________________________________
Poética Urbana. © 2014.

Comments


Deixe uma resposta


O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *