fbpx
Friday, September 25, 2020
-Smart Writers & Smart Content & Smart Readers-


Poesias para sexta-feira

Agora o The São Paulo Times conta com uma coluna dedicada a poesias chamada “Poética Urbana”. Ela será publicada toda…

By Redação , in Coluna , at 10/06/2016

poetica

Agora o The São Paulo Times conta com uma coluna dedicada a poesias chamada “Poética Urbana”.
Ela será publicada toda sexta-feira. Para colaborar envie sua poesia para [email protected]

(DES)AMOR
(Naiara Campos)

Numa perfeita quadratura
cara-metade
meia-costela
ele promete
ela jura.
Bênção
sobrenome
assinatura.
O mundo roda
a jura é rasa
a bola fura.
No porta-retratos do passado,
um sorriso imaculado
cai da moldura.

—-

SEM LÁGRIMAS
(Naiara Campos)

Ela foi marcada a fogo,
mas ninguém diz.
Levanta o véu, Maria,
e mostra a cicatriz.

—-


(Naiara Campos)

Fujo
mas acho falta.
Evito
mas tomo nota.
Comentam
mas que me importa?

—-


(Naiara Campos)

Coração fechado para balanço.
Inoperante.
Mesmo com saldo negativo,
ele amanhã abre de novo
e segue adiante.

—-

RETROSPECTIVA
(Naiara Campos)

Porque a vida é feita de proibições,
eu não compus todas as canções,
não percebi a brisa suspirar,
eu esqueci cantigas de ninar,
dei chances demais à voz dos credos,
não rompi de vez todos os medos,
roubei do tempo um tanto de carinho,
não vi a flor amar o passarinho,
perdi o trem na curva da vertente
e não deixei o mel melar completamente.

—-


(Naiara Campos)

– Quantos anos você tem?
– 32 primaveras.
– E você?
– 27 invernos rigorosos.

__________________________________________________________________________________________________________
Poética Urbana. © 2014.

Comments


Deixe uma resposta


O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *