Prazer e depois culpa podem ser sintomas de compulsão

em Educação e Comportamento/Saúde & Bem-estar por

Comportamento compulsivo merece atenção e cuidados.

Hábitos aprendidos e seguidos por alguma gratificação emocional – normalmente uma sensação de alívio ou de prazer seguidos de culpa e depressão. Bastante conhecida, a compulsão é um descontrole emocional que faz com que o indivíduo repita um determinado comportamento/ação sucessivamente, causando-lhe diversos prejuízos. Seja por comida, drogas, sexo, internet, compras, exercícios físico, entre outros, a compulsão pode acontecer com qualquer pessoa e pode também levar a algum tipo de transtorno mais grave.

 “O prazer e a satisfação fazem o indivíduo repetir o comportamento, mas depois vêm a sensação negativa por não ter conseguido resistir ao impulso de realizá-lo. Mesmo assim, a sensação positiva permanece mais forte, levando a repetição. O indivíduo perde o controle e passa a realizar esse comportamento de forma inadequada, o que interfere em suas relações sociais, trabalho, administração de seu dinheiro, família e qualidade de vida”, explica a psicóloga Ana Cristina Fraia.

 A especialista adverte que dependendo da compulsão é indicado um tipo de tratamento, mas que a psicoterapia é sempre uma boa aliada. “A psicoterapia é necessária, de preferência cognitivo comportamental. O apoio e auxílio da família e, em alguns casos, medicação também auxiliam muito. Regras e limites como, por exemplo, retirar o acesso ao dinheiro no caso de compulsão por compras são necessárias.”

Embora não existam causas específicas para a compulsão, apenas tendências e fatores ambientais e emocionais, a psicóloga ressalta que por trás das compulsões existe, emocionalmente, algo em desequilíbrio e que deve ser investigado e tratado. O mais importante é a pessoa ter a consciência que seu comportamento está fora da normalidade e procurar ajuda médica.

Ana Cristina Fraia é psicóloga e coordenadora terapêutica da Clinica Maia Prime.

loading...

O The São Paulo Times® traz matérias e notícias, além de identificar tendências por meio de uma equipe de jornalistas e colunistas especializados em diversos assuntos.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

*