fbpx
Wednesday, September 23, 2020
-Smart Writers & Smart Content & Smart Readers-


Quais as vantagens e desvantagens de imóveis usados

Algumas características dos imóveis podem combinar mais com um tipo de comprador. Um imóvel novo é mais indicado para quem…

By Redação , in Brasil Negócios , at 04/03/2016

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Algumas características dos imóveis podem combinar mais com um tipo de comprador. Um imóvel novo é mais indicado para quem tem filhos pequenos e busca uma área de lazer maior, mais segurança e um projeto mais moderno. Já um imóvel usado pode ser mais indicado para quem busca espaços mais amplos, uma localização mais central e preços menores.

Para quem ainda tem dúvidas qual o melhor empreendimento para as suas necessidades, a ImóvelRápido criou dicas que podem ajudar a sanar essas questões.

Saber exatamente como é o imóvel e o seu ambiente

Uma das vantagens ao se comprar um imóvel usado é saber como é a iluminação do imóvel, sua vista, seu ambiente externo e suas dimensões, sendo que estes são uns dos maiores problemas dos apartamentos comprados na planta.

Muitos compradores preferem os usados porque não querem se arriscar a comprar um imóvel na planta e se surpreender negativamente na hora da entrega ao perceber que sua iluminação é péssima, que o seu acabamento não é como se imaginava ou que o apartamento parece menor do que o decorado. Por isso, para quem é avesso a surpresas, talvez o imóvel usado seja a melhor opção.

Preços menores e mais barganhas

Os preços dos imóveis usados costumam ser menores do que os de imóveis novos do mesmo tamanho, pois o comprador paga mais alto pela “modernidade” do imóvel recém-lançado ou na planta. Um imóvel antigo que precisa de algumas melhorias, por exemplo, pode ser uma verdadeira barganha. O ImóvelRápido pode auxiliar para saber qual a melhor maneira de negociar e conseguir um bom preço, em seu blog eles postam diversas dicas sobre compra, aluguel e dicas gerais relacionadas a imóveis.

A ideia é parecida com a dos carros. Se você sabe aonde encontrar um usado em boas condições é possível fazer um ótimo negócio, e com o mesmo valor que seria necessário para a compra de um novo, é possível comprar um usado com um nível superior.

Além disso, como a compra do usado geralmente é realizada com pessoas físicas, não com construtoras, o comprador pode encontrar boas oportunidades, seja porque o vendedor é desinformado e colocou um preço abaixo do valor de mercado, ou porque ele tem uma dívida, ou vai se mudar do país e precisa vender o imóvel rapidamente.

Outro fator que embaratece na compra do imóvel usado, é que ao comprar um novo, se gasta cerca de 20% do valor do imóvel com itens que não são entregues pela construtora como iluminação, pisos, aquecimento, etc. Já um imóvel usado costuma vir com todos os itens básicos e, se não for muito antigo, ou se estiver bem conservado, ainda pode vir com alguns bônus, como armários embutidos, espelhos, itens decorativos e cômodos reformados.

Maior chance de problemas com manutenção

Claro que nem tudo é um mar de rosas. Um imóvel usado, especialmente os que foram construídos há mais de três décadas, possuem mais chances de ter algum tipo de gasto elevado de manutenção do que os mais novos. Um apartamento usado pode ter mais problemas de infiltração, pode precisar de uma reforma em seu sistema elétrico, ou ainda pode precisar de uma reforma ainda mais cara, como na estrutura do prédio ou no elevador, o que pode tornar o condomínio bastante salgado.

Uma dica para evitar este tipo de gasto é contratar um técnico para fazer uma inspeção que possa ver questões que estão além do aspecto estético e que são problemas em potencial.

Condomínio mais caro

Ainda que a área de lazer do imóvel antigo seja pior do que a dos condomínios mais modernos, grosso modo, eles têm condomínios mais caros. Isso ocorre porque o principal fator de formação do preço da taxa condominial é a quantidade de unidades do prédio. Então, por mais que um prédio antigo não tenha área de lazer, se ele tem poucos andares e poucas unidades por andar, poucas pessoas dividirão seus custos.

Apesar dos itens de lazer serem tidos por muitos como o principal custo do condomínio, a maior despesa costuma ser com o quadro de funcionários. Em seguida são as contas de água e energia e só depois a manutenção do prédio, que inclui custos de conservação de elevadores, piscinas, revisão de para-raios e outros.

Projetos ultrapassados

Outra desvantagem do imóvel usado é que os projetos de imóveis antigos podem ser maiores, mas muitas vezes não se adequam a algumas das principais exigências dos compradores atualmente. O preço de um apartamento de 100 m² novo pode ser o mesmo de um apartamento de um de 140 m² usado, mas muitas vezes ele não está pronto para as necessidades do comprador. Os projetos de imóveis novos, mesmo sendo menores, podem agradar mais pelo melhor aproveitamento do espaço.

Alguns prédios novos também possuem um design mais moderno, maior eficiência energética e de consumo de água, mais áreas permeáveis e em alguns casos até mesmo projetos de geração de energia sustentável e de reciclagem.

Comments


Deixe uma resposta


O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *