fbpx
Friday, August 14, 2020
-Smart Writers & Smart Content & Smart Readers-


“Quando Fiz Amor com Você” de Ana Clara chega aos aplicativos de música

Os fãs do samba não estão acostumados a ouvir o ritmo em versão voz e violão, mas quando Ana Clara…

By Redação , in Brasil Mundo News & Trends São Paulo , at 22/05/2020

Os fãs do samba não estão acostumados a ouvir o ritmo em versão voz e violão, mas quando Ana Clara apresenta seu mais novo projeto, o “Bate Bola”, o pensamento é: por que não havíamos feito isso antes? Dona de uma voz doce e característica, a cantora acaba de disponibilizar em todos os aplicativos de música a segunda faixa do projeto, “Quando Fiz Amor com Você”, composta por Luiz Cláudio Picolé. Além do áudio, a música também ganhou clipe intimista que exalta o talento de Ana Clara. Ouça agora: https://www.youtube.com/watch?v=F3J9wjK7t28

O projeto “Bate Bola” inaugura uma nova etapa na carreira da cantora, que é uma das vozes femininas mais promissoras do samba atualmente. “Tô muito feliz e animada com essa minha nova fase, com esse novo trabalho. Agora, vocês vão poder ouvir a Ana Clara como nunca ouviram antes. Tivemos a ideia de lançar essas seis músicas, mostrando as minhas raizes do samba, em um novo formato de voz e violão, como um esquenta para o meu DVD. O ‘Bate Bola’ já tem essa ideia de algo que apresenta ao público, de forma íntima e rápida, um pouco do trabalho que vem pela frente. Optamos por esse conceito com o objetivo de presentear meus fãs até que seja possível nos encontrar novamente e ele possam ‘cantar’ comigo essa nova história”, disse a artista.

Na produção de seu DVD e do “Bate Bola”, Ana Clara conta com a experiência e talento de Prateado que, além de ajudar na escolha do repertório, também assina a composição da primeira faixa do projeto já divulgada: “Se é saudade ou amor”. Ao todo, serão seis músicas inéditas no trabalho, o próximo lançamento será a canção “Nego do Céu” no dia 28 de maio.

Nascida em Joinville, Santa Catarina, Ana Clara já tem 13 anos de carreira, apesar da pouca idade. Em agosto de 2018, ela lançou seu EP de estreia, intitulado “A Gente Sempre Ganha”, com cinco faixas, que contou com as participações especiais da cantora Alcione e do grupo Atitude 67. Em dueto com a veterana sambista, Ana Clara regravou o clássico “Não Deixe o Samba Morrer” (Edson/Aluisio), imortalizado na voz da Marrom. A jovem sambista também interpretou outro grande hit do samba, “Verdade” (Nelson Rufino/Nelson Rufino), que atravessou gerações e fronteiras na voz de Zeca Pagodinho.

A artista começou a se apresentar profissionalmente aos 14 anos e logo conquistou elogios da imprensa especializada. Seu dom musical, contudo, não a impediu de buscar aprimoramento, conquistado através de aulas de violino, piano e, mais recentemente, violão. Hoje com 26 anos e dona de um timbre de voz diferenciado, Ana Clara, hoje considerada a nova revelação feminina do samba, está cada vez mais ganhando espaço no mercado, encantando os fãs, cultivando amizades por onde passa e levando a sua música para o Brasil inteiro.

Comments


Deixe uma resposta


O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *