fbpx
Saturday, September 26, 2020
-Smart Writers & Smart Content & Smart Readers-


20 recomendações para sobreviver a este calor

Verão intenso, com recordes de temperatura, dificuldade para dormir, para trabalhar, para se alimentar, para quase tudo, mas quais serão…

By Redação , in Brasil Saúde & Bem-estar , at 21/01/2015

foto: Wikimedia
foto: Wikimedia

Verão intenso, com recordes de temperatura, dificuldade para dormir, para trabalhar, para se alimentar, para quase tudo, mas quais serão as reais consequências disso no nosso organismo?

Temperaturas elevadas podem aumentar o risco de morte precoce por doenças cardiovasculares, além de poder causar infarto e derrame, a exposição ao calor extremo é capaz de alterar a pressão arterial, a espessura do sangue, as taxas de colesterol e a frequência cardíaca.

Segundo Dr. Fábio Cardoso especialista em medicina preventiva e longevidade, devemos nos manter atentos aos sinais que nosso corpo nos dá de que algo não vai bem, para poder tomar os cuidados necessários e faz 20 recomendações para sobreviver a este calor.

Recomendações para sobreviver a este calor

1-Aumentar a ingestão de água, ou sumos de fruta natural sem açúcar, mesmo sem ter sede.

2-As pessoas que sofrem de doença crónica, ou que façam dieta com pouco sal, ou com restrição de líquidos, devem aconselhar-se com o médico.

3-Evitar bebidas alcoólicas, gaseificadas, com cafeína, ou ricas em açúcar, porque podem provocar desidratação.

4-Ter atenção especial a recém-nascidos e crianças, idosos e doentes, porque são mais vulneráveis ao calor e podem não sentir ou não manifestar sede. Neste grupos deve-se promover/incentivar a ingestão de água, mesmo sem sede.

5-Fazer refeições leves e mais frequentes, evitando refeições pesadas e muito condimentadas.

6-Permanecer em ambiente fresco, ou com ar condicionado, para evitar as consequências nefastas do calor, particularmente no caso de crianças, idosos ou pessoas com doenças crónicas. Se não dispuserem de ambientes frescos ou climatizados, as pessoas mais vulneráveis devem visitar centros comerciais, cinemas, museus ou outros locais que disponham de ar condicionado. Deve-se  evitar as mudanças bruscas de temperatura.

7-Tomar ducha de água fria ou tépida no período de maior calor, evitando contudo as mudanças bruscas de temperatura − um ducha muito frio após exposição prolongada a calor intenso pode causar hipotermia, sobretudo em idosos e crianças.

8-Evitar a exposição direta ao sol, principalmente entre as 11 e as 16 horas.

9-Usar óculos e chapéu, de preferência de abas largas, sempre que se passear ao ar livre, principalmente crianças e pessoas de pele clara.

10- Evitar a permanência em veículos expostos ao sol, principalmente nos períodos de maior calor. Se o transporte não tiver ar condicionado, não se deve fechar completamente as janelas. Nas viagens deve-se prever o suprimento adequado de água ou bebidas sem açúcar. Preferir as viagens antes ou após horários

11-Nunca deixar crianças, doentes ou idosos dentro de veículos expostos ao sol.

12-Diminuir, sempre que possível, os esforços físicos durante os períodos de calor, e repousar em locais protegidos do sol, frescos, arejados.

13-Usar roupa larga e solta, de preferência em algodão e com cores claras.

14-Usar menos roupa na cama, sobretudo no caso de bebés e doentes acamados.

15- Evitar a entrada de calor no interior das habitações, fechando persianas e portas, mas mantendo a circulação de ar. A abertura de janelas e portas durante a noite pode facilitar a diminuição da temperatura no interior das casas.

16-Pedir ajuda, sem hesitar, a familiares ou vizinhos, no caso de má disposição ou mal estar com o calor.

17- Troque as lâmpadas (quentes) incandescentes por de LED (frias). Essa troca também ajuda a diminuir o calor dentro de ambientes fechados, uma vez que as lâmpadas incandescentes geram muito mais calor que as demais.

18- Desligue todos os aparelhos que não estiver utilizando ( celular, computador, tv, etc.). Todos eles irradiam calor, aumentando o problema.

19– Use truques para umidificar o ar interno.  Vale tudo para deixar o ar menos “seco”, principalmente na hora de dormir. Utilize recipientes cheios de água fresca em cada ambiente da casa – só tome cuidado caso tenha filhos pequenos, porque mesmo pouca quantidade de água pode ser o bastante para que uma criança se afogue. Outra boa opção é encharcar toalhas de banho e espalhá-las pela casa, no espaldar de cadeiras e nas portas dos armários, por exemplo.

20-Condicione o ar, na falta de um ar condicionado…Um ventilador ligado com uma garrafa d’água congelada bem em frente é uma maneira simples e eficaz de fazer circular ar frio pelo ambiente.

Comments


Deixe uma resposta


O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *