fbpx
Monday, September 28, 2020
-Smart Writers & Smart Content & Smart Readers-


Tecnologia 3D para detectar possibilidade de câncer de mama

Exame melhora o diagnóstico precoce; método reduz a taxa de reconvocação e aumenta em 29% a taxa de detecção da…

By Redação , in Saúde & Bem-estar Tecnologia e Ciência , at 14/09/2014

Foto: Pixabay
Foto: Pixabay

Exame melhora o diagnóstico precoce; método reduz a taxa de reconvocação e aumenta em 29% a taxa de detecção da doença.

Desde que foi usada pela primeira vez, a mamografia tem se tornado um exame cada vez mais moderno e necessário para o diagnóstico precoce do câncer de mama. A tomossíntese mamária surgiu de uma evolução da mamografia digital e é feita por meio da obtenção de uma série de imagens bidimensionais que são agrupadas digitalmente para formar imagens 3D da mama.

“A tomossíntese é um recurso a mais, utilizado em conjunto com a mamografia. Esse método reduz a taxa de reconvocação para exames e aumenta a taxa de detecção do câncer, melhorando o diagnóstico”, explica Dra. Flora Finguerman, radiologista especialista em mamas do Alta Excelência Diagnóstica, laboratório focado no cliente Premium. Por causa do diagnóstico precoce, a paciente pode iniciar o tratamento mais cedo e aumentar suas chances de cura.

A tomossíntese mamária elimina um problema bastante comum quando exames bidimensionais analisam estruturas tridimensionais, como as mamas: a possibilidade de sobreposição de imagens do tecido mamário, que pode causar impressão de falsa lesão, é bastante reduzida. Além disso, a tomossíntese também pode detectar nódulos menores se comparada à mamografia.

“O número de biópsias necessárias também diminui, já que a sobreposição de imagens diminui. A detecção do câncer por meio da tomossíntese mamária aumenta em 29%, segundo estudo recente publicado no periódico JAMA”, explica Dra. Flora.  O exame é realizado por meio da compressão das mamas, como na mamografia digital tradicional, com obtenção das radiografias de frente e perfil, além da série de radiografias anguladas que darão origem à imagem em 3D.

O exame ainda não é disponibilizado pelo SUS e está disponível apenas em laboratórios particulares.

 

Comments


Deixe uma resposta


O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *