Connect with us

Tingimento: opção sustentável e acessível para renovar as roupas

Published

on

Restaura Jeans explica quais peças podem ser tingidas e como acontece o processo. Atualmente, a rede oferece cerca de 60 opções de cores, texturas e efeitos para reinventar as roupas.

Foto: Pixabay

Foto: Pixabay

Aquele jeans que você tanto ama desbotou com o tempo. A blusa, que lhe traz tantas recordações, manchou. E o short que lhe veste tão bem está desgastado. Uma opção acessível e ecologicamente correta pode deixar todas estas peças como novas, o tingimento.

Na Restaura Jeans – rede composta por mais de 230 lojas que oferece lavanderia, costura, tingimento, customização e recuperação de artigos em couro, entre outras opções – este é um dos serviços mais especiais e procurados. “Ao longo de mais de 20 anos de mercado, estamos sempre buscando o que há de mais moderno em tingimento. Trata-se de um processo industrial, no qual usamos tecnologia de ponta, para deixar a peça tingida como nova”, comenta Denice Conrad, Diretora de Produção da rede Restaura Jeans. “E a cada estação do ano, lançamos novas cores, texturas e efeitos para estar em dia com a moda”.

E a preocupação da Restaura Jeans vai além de entregar ao cliente uma peça totalmente renovada. Toda água utilizada nos processos de tingimento é tratada, decantada e limpa, eliminando a ação de agentes poluentes no ecossistema. Os resíduos do tratamento são coletados e depositados em local apropriado por uma empresa especializada em resíduos industriais.

A seguir, Denice Conrad explica que tipo de tecido pode ser tingido:

Advertisement

Indicação – O tingimento pode ser feito em qualquer peça que tenha no mínimo 60% de algodão. Pode ter várias finalidades, como renovar a cor de uma peça descorada, mudar totalmente sua cor – por exemplo, pode-se tingir uma calça amarela de rosa ou de preto, mudar o tom de azul etc. –, ou simplesmente cobrir manchas. “É um procedimento indicado para quem gosta de reaproveitar suas peças, e quer uma maneira econômica de estar na moda ou simplesmente bem vestido”, salienta.

Tecidos – Podem-se tingir jeans, sarja, veludo, moleton, plush, cotton, crochê, toalhas e redes com no mínimo 50% de algodão em sua composição. Tecidos como lã acrílica, lã natural, poliéster, lycra, suplex e sintéticos em geral não suportam o processo de tingimento.

Peças – As mais variadas peças – de vestuário ou decoração – podem ser tingidas, desde as mais básicas vestimentas até tapetes, colchas, cortinas, redes de descanso, toalhas e roupões. “Peças de crochê, sejam de uso pessoal ou para decoração, ficam lindas com tingimento”, sugere Denice.

Encolhimento – Em geral, as peças de algodão, entre elas os jeans, não encolhem, porém um “ajustamento” pode ocorrer em casos isolados, e normalmente elas voltam ao tamanho original depois de vestidas. “Esse risco é maior em peças com fios de trama mais aberta e solta ou que tenham poliéster em sua composição. Quando isso ocorre, na maioria dos casos o problema é solucionado com sua colocação sobre um manequim de ar quente que infla a peça, fazendo-a voltar ao tamanho original”, explica.

Durabilidade da cor – Outra vantagem de tingir é a durabilidade da cor que, pelo processo totalmente industrial, pode ser igual ou superior a uma peça nova.

Advertisement

Continue Reading
Advertisement
Advertisement
Advertisement

Copyright © 2023 The São Paulo Times