Search
Close this search box.
Search
Close this search box.
Search
Close this search box.
Search
Close this search box.

Tecnologia de Reconhecimento Facial com participação da PACER ganha Selo Prata de Modernização

spacess

spacess

A tecnologia de Reconhecimento Facial que teve a participação da Pacer, por meio do Projeto Embarque + Seguro do Ministério da Infraestrutura, foi reconhecida com o selo prata de modernização do Estado, concedido pela Secretaria-Geral da Presidência da República. A premiação tem como objetivo reconhecer a qualidade e o compromisso da administração pública em atender as necessidades do cidadão de forma técnica e eficiente, dentro do âmbito digital.

Para receber o selo, os projetos são identificados e classificadas com uma pontuação após avaliação de uma organização independente composta por integrantes da Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Segundo o diretor da Pacer, Giuliano Podalka, este Selo é o reconhecimento de um dos valores da Pacer em levar Excelência em todas as entregas de maneira inovadora à população. “Trabalhamos muito focados na experiência do usuário e este prêmio nos motiva a continuar trabalhando em soluções para o setor aeroportuário”.

Essa tecnologia da PACER é disruptiva e vem revolucionando o setor aeroportuário brasileiro por transformar os rostos das pessoas em documentos. Com a biometria, o tempo médio do embarque caiu de 7,5 segundos para 5,4 segundos por passageiro. Isso significa que, com a biometria, será possível processar mais embarques no mesmo tempo do processamento atual, correspondendo a um ganho de 27%.

A iniciativa automatiza os processos de check-in e embarque tanto de passageiros quanto de tripulantes e garante mais agilidade e segurança nos processos. A novidade marcou o pioneirismo brasileiro com a primeira ponte área biométrica de ponta a ponta do mundo – Congonhas (SP) e Santos Dumont (RJ).

Para fazer o check-in e embarcar nas aeronaves, não é necessário apresentar nenhum cartão de embarque ou documento com foto, basta informar o nome e CPF e consentir com os termos de tratamento de dados para que seja realizada a validação das informações nas bases de dados governamentais. Havendo a validação, o passageiro fica liberado para ingressar na sala de embarque e na aeronave por meio dos pontos de controle biométrico, que fazem a identificação com o uso de câmeras.

O programa federal Embarque +Seguro foi conduzido pelo Ministério da Infraestrutura (Minfra) e Serpro, empresa de tecnologia do Governo Federal, em parceria com a Secretaria Especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital do Ministério da Economia.

VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR

Copyright © 2024. Theme by Mr Da Vinci, powered by WordPress.