Search
Close this search box.
Search
Close this search box.
Search
Close this search box.
Search
Close this search box.

Queda da taxa Selic aquece o mercado de leilões imobiliários

spacess

spacess

axa básica de juros é a menor desde março de 2022, barateando financiamentos imobiliários e incentivando investimento em ativos menos voláteis
Em seu menor patamar desde março de 2022, a queda da taxa Selic impacta diretamente nos empréstimos e financiamentos, que tendem a ficar mais baratos. Esse cenário aquece o mercado imobiliário, em especial os leilões de alienação fiduciária (extrajudicial) e os judiciais. “Os investidores que admitem riscos, e tiveram nos últimos meses a precificação de suas carteiras reduzida, procuram mercados e ativos menos voláteis, como os imobiliários. E os leilões apresentam boas oportunidades, com preços abaixo do mercado”, destaca o leiloeiro Helcio Kronberg.
Os leilões judiciais possibilitam a compra de bens a partir de 50% do valor de mercado. Os extrajudiciais podem ter redução de até 80% do valor da avaliação. “Isso gera grandes oportunidades para compradores, que não encontram aplicações seguras para investimentos financeiros”, explica Kronberg.
Outra vantagem para o investidor que aposta no mercado imobiliário é a locação do bem. Comparando-se os investimentos em CDBs e CDI, a locação traz ganho real de pelo menos o dobro do rendimento destes ativos, mesmo que sem a mesma liquidez. “Uma aquisição a 50% do valor do bem, ou menos, comparada ao CDI, possibilitará rendimentos quatro a cinco vezes maiores com a locação. Isso sem contar que o valor investido já representa um ganho de 100% no caso de venda pela avaliação de mercado”, destaca o leiloeiro. 
A aquisição de frações ideais e imóveis em leilões judiciais atrai investidores de dividendos (acostumados a ganhar com a divisão de lucros das empresas de capital aberto listadas na bolsa) e também os de crescimento (que apostam em ações de empresas com elevado potencial de crescimento), até então distantes dos mercados imobiliários.
“Há que se ter em mente que algumas perdas nos mercados de renda variável causaram feridas nos investidores, e a única forma de cicatrizá-las será adquirindo um bem real e tendo a possibilidade de ganho expressivo na revenda – motivo pelo qual podem recuperar o capital perdido (se realizado) na bolsa, convertendo o residual num imóvel de leilão judicial.”
Esta foi a quinta redução consecutiva da taxa básica de juros, que começou a cair na reunião de agosto de 2023 e agora está em 12,75%. “Quando a Selic está baixa, há uma maior demanda por ativos, pois as pessoas buscam alternativas de investimentos mais rentáveis do que as opções tradicionais de poupança”, afirma o leiloeiro Helcio Kronberg.
VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR

Queda da taxa Selic aquece o mercado de leilões imobiliários

axa básica de juros é a menor desde março de 2022, barateando financiamentos imobiliários e incentivando investimento em ativos menos voláteis Em seu menor patamar desde março de 2022, a queda da taxa Selic impacta diretamente nos empréstimos e financiamentos, que tendem a ficar mais baratos. Esse cenário aquece o

Ler mais

Copyright © 2024. Theme by Mr Da Vinci, powered by WordPress.