Search
Close this search box.
Search
Close this search box.
Search
Close this search box.
Search
Close this search box.

Colégios reinventam seus restaurantes para incentivar cada vez mais hábitos saudáveis

spacess

spacess

Um dos maiores desafios para os pais é alimentação fora de casa dos seus filhos, especialmente nas escolas, onde na maioria dos casosnão é possível ter total controle e monitoramento do que é consumido. Segundo dados da Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e Síndrome Metabólica (Abeso), crianças entre 10 e 12 anos, que frequentaram escolas com baixa preocupação com consumo saudável dos seus alunos, apresentaram maior quantidade de gordura corporal central do que as crianças que frequentam escolas com hábitos mais saudáveis em seus restaurantes. Uma realidade que a Sapore está trabalhando para evoluir cada vez mais.

“A alimentação saudável não era um assunto prioritário em alguns colégios e escolas, mas identificamos que isso está mudando rapidamente e que há uma preocupação cada vez maior das Instituições de ensino“, explica Nelson Flavio Marques Braz, gerente regional de Educação.

Com uma política de “desembalar menos e descascar mais“, a Sapore viu o número de novos contratos, entre janeiro e agosto de 2022, aumentar mais de 110%, incluindo grandes redes de ensino e em apenas 4 anos quadriplicou a carteira de clientes fornecendo atualmente mais de 15 mil refeições por dia, além dos lanches. As alimentações contemplam desde berçário até o ensino médio.

Para ele, é preciso criar formas para atender um público tão específico e exigente. “É de criança que se aprende e se cria os hábitos para ter mais qualidade de vida, bem-estar e saúde, por isso criamos programas especiais através da educação nutricional. Não queremos só entregar refeições saudáveis, queremos ensinar e mostrar o benefício disso”, completa.

Cardápio diversificado

O conceito DEZ da Sapore, voltado para a Educação, disponibiliza buffets variados com priorização de itens orgânicos. Também leva em consideração a dieta restritiva, intolerância à lactose, entre outros, garantindo uma alimentação personalizada.

Por exemplo, no dia em que é servido vitamina de banana, o estudante que tem restrição à lactose também recebe essa vitamina preparada de forma especial, sem adição de leite. Não há troca do cardápio, mas sim na forma da preparação para que a criança seja contemplada de maneira igualitária, gerando a mesma experiência gastronômica dos demais.

“Procuramos oferecer um atendimento acolhedor. Antes, a criança que não recebia a vitamina, por exemplo, podia se sentir deslocada. Agora, olhando para o todo e de forma personalizada, conseguimos oferecer o mesmo, com garantia de saúde e segurança, além de estimular os hábitos saudáveis nesse público”, explica o gerente regional de Educação da Sapore.

Por atender escolas em diversos pontos do país, a Sapore também leva em consideração a regionalização das refeições, desde o café da manhã até o lanche da tarde mantendo a tradição e os costumes locais.

Acompanhamento dos pais

Os pais também têm a possibilidade de acompanhar e gerenciar o que os filhos podem se alimentar no restaurante. Através de um aplicativo, os pais acessam diversas informações sobre a alimentação dos filhos, podendo gerenciar e controlar os itens consumidos na palma da mão.

“Se uma criança não pode comer determinado alimento por conta de uma alergia, através do app o pai pode bloquear essa compra no refeitório. Outra opção, por exemplo, é já comprar o que o filho irá comer na escola e o estudante só retira na hora. É um acompanhamento bem direto”, destaca Nelson Flávio.

Horta orgânica

A Sapore incentiva também, que as próprias escolas criem um espaço destinado para hortas no local. Atualmente, 90% das escolas onde a Sapore opera possuem hortas próprias. O que é produzido também é utilizado para a elaboração das refeições na instituição.

“São vários benefícios com a horta própria, inclusive para atividades escolares, como estimular experiências multissensoriais, entender de onde vêm os produtos que compõem sua alimentação. É uma experiência para a vida! Também temos propostas para apoiar as Instituições de ensino na melhor utilização de suas hortas “, afirma o gerente.

Na horta são cultivados, principalmente, temperos, como coentro, manjericão e salsinha. A companhia tem uma equipe multidisciplinar responsável pela elaboração dos cardápios, que são variados, e conta com a presença constante de uma nutricionista.

Apoio nutricional

A Sapore conta com o projeto “Clubinho” voltado à educação nutricional que surgiu com o intuito de desenvolver estratégias para impulsionar a cultura e a importância da alimentação saudável, respeitando as necessidades individuais, além de modificar algumas crenças, atitudes, práticas e relações sociais que são pré-determinados em torno da alimentação.

A escola e a Sapore se destacam pelo seu papel de protagonista, representando um ambiente propício para o projeto de uma educação nutricional junto à família. “De forma bastante lúdica, criativa e interativa apresentamos no dia a dia do aluno, novos alimentos, como são cultivados, e diferentes formas de serem consumidos. Nossas equipes operacionais, produção e nutricionistas, estão capacitados para promover serviços de qualidade de vida as instituições de ensino”, destaca Regina Menezes, gerente de Desenvolvimento Técnico.

Sapore, empresa de soluções integradas de serviços de alimentação e facilities, tem ampliado sua participação no segmento de Educação, reforçando os hábitos de alimentação saudável e propondo inovações para as Instituições, pais e alunos
VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR

Copyright © 2024. Theme by Mr Da Vinci, powered by WordPress.