Connect with us

geral

Como aproveitar e otimizar os ambientes em aptos pequenos

Segundo a arquiteta Carina Dal Fabbro, plantas com espaços reduzidos demandam estratégias sob medida e algumas dicas precisas deixam o imóvel mais acolhedor

Published

on

Na disposição da planta baixa não há como incluir uma mesa mais padronizada para as refeições? Nesse projeto realizado pela arquiteta Carina Dal Fabbro, o pouco espaço foi resolvido com uma marcenaria em ‘L’, com acabamento em laca, fixada na parede. Para acompanhar, quatro cadeiras Eames são perfeitas para acomodar os moradores e possíveis convidados | Foto Rafael Renzo

Há algum tempo, era uma total novidade e suscitava dúvidas sobre a possibilidade de viver com conforto. Mas atualmente, os apartamentos compactos se configuraram como uma realidade no mercado imobiliário. Se no passado o pouco espaço era sinônimo de uma morada apertada, com pouco armazenamento e com a sensação de faltar algo, a arquiteta Carina Dal Fabbro, à frente do escritório que leva seu nome, afirma que essa percepção ficou no passado. “Planejamento e boas ideias implantadas em um contexto coerente são capazes de resultar em transformações surpreendentes“, afirma.

 Confira as dicas que ajudam os proprietários de aptos pequenos a concluírem a missão de ter a morada ao seu jeito:

1.     Cores claras oferecem amplitude no apartamento

Advertisement

Para a arquiteta, a aposta em tons claros, seja nas paredes, piso ou móveis, é senso comum na arquitetura de interiores. Mas não faltam motivos para levar essa medida ao pé da letra. “A inclusão de cores mais fortes pode aparecer de forma pontual em detalhes decorativos, adicionando um charme muito bacana ao décor“, analisa.

Combinado com os tons claros, nesse apartamento a arquiteta Carina Dal Fabbro investiu na integração da sala de estar e jantar. Ela explica que a aplicação da mesma tonalidade de tinta para revestir paredes propicia o refletir da luz, dando a impressão de um espaço mais amplo e arejado | Foto: Rafael Renzo

2.     Cozinha pequena: versatilidade com os eletrodomésticos e os utensílios

Cozinhas de tipo corredor são costumeiras em apartamentos pequenos e os armários podem ser os vilões, caso sejam colocados em excesso. “Uma parede estreita pode comportar prateleiras ou um armário com nichos e gavetas, sendo uma ótima opção de projeto. Além disso, recomendo não adotar eletrodomésticos grandes para que os espaços sejam preenchidos de forma coerente“, avalia Carina.

A combinação de projeto e planejamento de qualidade é o segredo para uma cozinha que satisfaça às necessidades do morador. Isso é o que a arquiteta Carina Dal Fabbro propôs neste projeto: um visual que complementa o ambiente. Carina apostou na cor verde menta e cinza fendi e detalhes nos armários da cozinha em MDF madeirado. Na composição do móvel superior, os armários receberam laca fosca cinza-claro, em um resultado que trouxe leveza e modernidade | Fotos: Rafael Renzo

“Aprecio móveis versáteis, pois nos ajudam na tarefa de otimizar os espaços“, ressalta Carina. Ela também sugere o uso de mesas e banquetas com baú, forno com micro-ondas e torneira com filtro embutido, que são excelentes para ambientes pequenos.

 

Advertisement

3.     Aposte em nichos

Os nichos são elementos práticos que auxiliam no aproveitamento de uma parede ou mesmo de uma sobra. Assim, são peças fundamentais para concepção de espaços com dimensões reduzidas.

Na marcenaria da cozinha, o nicho abre um vão para atender, de forma personalizada, as necessidades diárias da família | Foto: Rafael Renzo

4.     Marcenaria Inteligente

A marcenaria inteligente acompanha demandas específicas do local a ser instalada e podem oferecer múltiplas funções para o morador.

Nesta sala de estar projetada pela arquiteta Carina Dal Fabbro, o rack da TV também faz às vezes de buffet para guardar os itens dos moradores. Na parte superior, o nicho com um armário ripado camufla o ar-condicionado, além de contribuir com o décor | Rafael Renzo

5.     Menos é mais

Advertisement

Ao invés de preencher toda a parede com um sofá grande, a decisão por um modelo menor contribuiu com a ideia de oferecer uma área maior de circulação na sala de estar. O detalhe ficou por conta das duas cores na parede. | Foto: Rafael Renzo

6.     Organização com prateleiras

Pensando em aproveitar mais o espaço nesta cozinha, a arquiteta Carina Dal Fabbro substituiu os armários superiores por prateleiras fixadas as paredes. Elas se estendem desde a parede lateral até o frontão da pia, oferecem mais praticidade para o dia a dia dos moradores | Fotos: Rafael Renzo

Cada centímetro é de suma importância em um apartamento pequeno e, uma maneira eficiente de aumentar o espaço disponível é utilizar as paredes para armazenar objetos. “Há uma variedade de móveis aéreos, como as prateleiras, que podem ser instaladas nas paredes para armazenar objetos e liberar espaço no chão. Além disso, as paredes podem ser usadas para fixar quadros, espelhos e outros objetos decorativos, tornando o ambiente mais acolhedor e personalizado“, conclui.

Advertisement
Advertisement

Copyright © 2023 The São Paulo Times